I Ching, o Livro das Mutações - Livro Primeiro, Hexagrama 27: I / As Bordas da Boca (Prover Alimento)

Imagem de 'I / As Bordas da Boca (Prover Alimento)' - hexagrama número 27, de 64 que fazem parte do I Ching, o Livro das Mutações

Esse texto faz parte da série a respeito do I Ching, o Livro das Mutações, que publicamos no blog quinzenalmente. A proposta é apresentar os textos sobre os 64 hexagramas publicados nos livros Primeiro e Terceiro do livro de Richard Wilhelm.

Para entender melhor o que é o I Ching, sugerimos dar uma olhada no post:


Para consultar o índice dos 64 hexagramas, basta acessar:


Cada hexagrama inclui:

  • uma introdução geral, apresentando aspectos básicos do hexagrama;
  • nome do hexagrama (卦名 guàmíng), que por si só já é repleto de simbolismos;
  • texto, também chamado julgamento ou oráculo, que revela em linguagem simbólica o significado do hexagrama e possui poucas frases, tendo a ele sido adicionados comentários e interpretações ao longo dos séculos, a fim de ajudar o leitor a traduzir o ensinamento ancestral;
  • imagem ou símbolo, que apresenta uma mensagem adicional, com um modelo de conduta ou um conselho estratégico para lidar com a situação indicada pelo hexagrama; e
  • os textos das linhas, em número de seis, indicam alternativas ou transformações possíveis das condições retratadas no hexagrama - lembrando que as linhas são contadas de baixo para cima, sendo a linha inferior a primeira.

E isso é basicamente tudo que você precisa saber para continuar. Boa leitura!

Livro Primeiro (o Texto), Hexagrama 27: I / As Bordas da Boca (Prover Alimento)


Este hexagrama é a imagem de uma boca aberta; acima e abaixo as linhas firmes dos lábios e entre elas a abertura da boca.

Começando com a imagem da boca, através da qual o homem ingere os alimentos com os quais se nutre, o hexagrama prossegue com a idéia da nutrição ela própria.

As três linhas inferiores representam nutrir-se a si mesmo, em específico ao corpo. As três linhas superiores representam alimentar e cuidar dos outros num sentido mais elevado, espiritual.

Julgamento


AS BORDAS DA BOCA. A perseverança traz boa fortuna. Preste atenção à nutrição e àquilo que o homem procura para encher sua própria boca.

Ao se prover cuidados e alimentos é importante que as pessoas certas sejam atendidas e que nossa própria nutrição proceda de modo correto.

Para se conhecer alguém é necessário apenas observar a quem ele dispensa seus cuidados e quais os aspectos de seu próprio ser que cultiva e alimenta.

A natureza alimenta todos os seres. O homem superior cultiva e promove os homens capazes, para, através deles, velar por todos os homens. Mêncio comenta a respeito:
Para verificarmos se alguém é um homem superior ou inferior, só precisamos observar a que parte de si ele atribui uma especial importância. O corpo tem partes superiores e inferiores, importantes e secundárias. Não devemos prejudicar as importantes em favor das secundárias, assim como não devemos prejudicar as partes superiores por causa das inferiores. Aquele que cultiva as partes inferiores de seu ser é um ser inferior. Aquele que cultiva as partes superiores de seu ser é um homem superior.

Imagem


O trovão na base da montanha: a imagem de PROVER ALIMENTO. Assim o homem superior é cuidadoso em suas palavras e moderado no comer e beber.

"Deus surge no signo do Incitar". Quando, na primavera, as forças da vida voltam a se agitar, todas as coisas renascem. "Ele completa no signo da Quietude".

No começo da primavera, quando as sementes caem na terra, todas as coisas se realizam. Isto sugere a imagem da nutrição através de movimento e tranquilidade.

O homem superior faz disso um modelo para o desenvolvimento e o cultivo de seu caráter. As palavras são um movimento do interior para o exterior. Comer e beber são movimentos do exterior para o interior.

Essas duas formas de movimento podem ser moderadas através da tranquilidade. A tranquilidade faz com que as palavras e os alimentos não excedam a justa medida.

Deste modo cultiva-se o caráter.

Textos das linhas


Boca feminina aberta, com batom vermelho e uma mamona dourada: ilustra a seção a respeito dos textos das linhas de ''I / As Bordas da Boca (Prover Alimento)'', um dos 64 hexagramas do I Ching, o Livro das Mutações


Nove na primeira posição significa: você deixa escapar sua tartaruga mágica e olha para mim, com os lábios caídos. Infortúnio.

A tartaruga mágica é um ser dotado de poderes extraordinários; pode viver do ar e não necessita de alimento material.

A imagem indica que uma pessoa que poderia viver com liberdade e independência abdica dessa autonomia interior, e olha com inveja e desgosto para aqueles que estão externamente em melhor posição.

Essa inveja mesquinha só provoca ironia e desprezo por parte dos outros. Isso leva a maus resultados.

Seis na segunda posição significa: dirigir-se ao alto em busca de alimento, afastar-se do caminho para buscar alimento na colina: caso se continue a agir assim, isso trará infortúnio.

Em geral ou as pessoas provêm seu próprio alimento ou são alimentadas por aqueles que têm esse dever e direito. Se, por uma fraqueza interior, alguém não é capaz de se manter, um certo mal-estar sobrevêm.

Isto se deve ao fato de se estar fugindo à responsabilidade de um correto meio de vida e aceitando ser sustentado pelo favor daqueles que se encontram em melhor posição. Isso é indigno, pois assim o homem se desvia de sua verdadeira natureza.

Aquele que prossegue nessa atitude será levado ao infortúnio.
Seis na terceira posição significa: afastando-se da nutrição. A perseverança traz infortúnio. Durante dez anos, não atue dessa forma. Nada é favorável.

Aquele que procura o alimento que não nutre, tenderá do desejo à gratificação e, na gratificação, despertará para o desejo. Uma desenfreada busca de prazer na satisfação dos sentidos jamais leva à meta.

Nunca (dez anos é um ciclo completo) se deve seguir um tal caminho, pois dele nada de bom resultará.

Seis na quarta posição significa: dirigir-se ao alto em busca de alimento traz boa fortuna. Espreitando em torno com o olhar cortante como o de um tigre numa avidez insaciável. Nenhuma culpa.

Ao contrário do seis na segunda posição, que significa um homem voltado apenas para vantagens pessoais, a linha na quarta posição refere-se a alguém que, ocupando uma alta posição, aspira por fazer brilhar sua luz.

Para isso precisa de ajuda, uma vez que sozinho não poderá alcançar sua elevada meta. Ávido como um tigre faminto, ele sai à procura das pessoas certas.

Como não se está trabalhando em proveito próprio, mas para o bem comum, tal empenho não é um erro.
Seis na quinta posição significa: desviar-se do caminho. Permanecer perseverante traz boa fortuna. Não se deve atravessar a grande água.

Um homem está consciente de uma deficiência sua. Ele deveria prover alimento às pessoas mas não tem força para tanto.

Assim sendo, ele deve se afastar do caminho habitual para pedir conselho e ajuda a um homem que lhe é espiritualmente superior, ainda que na aparência externa não se destaque. Mantendo-se esta atitude com perseverança, sucesso e boa fortuna estarão garantidos.

Mas é necessário permanecer consciente de sua posição dependente. Não se deve procurar pôr sua própria pessoa em destaque nem tentar empreender grandes tarefas, tais como atravessar a grande água.

Nove na sexta posição significa: a fonte da nutrição. A consciência do perigo traz boa fortuna. É favorável atravessar a grande água.

Aqui se descreve um sábio da mais elevada estirpe, do qual emanam todas as influências que provêm alimento aos outros. Tal posição implica em grave responsabilidade.

Se ele permanecer consciente desse fato, terá boa fortuna e poderá, confiante, empreender grandes e difíceis tarefas, como atravessar a grande água. Tais realizações trarão felicidade geral, para ele e para todos.

Depois de tudo

E aqui alcançamos o final do texto sobre o hexagrama I / As Bordas da Boca (Prover Alimento), da primeira parte do livro I Ching, o Livro das Mutações.

Caso tenha interesse, pode adquirir o livro clicando na imagem a seguir:



Para consultar o índice dos hexagramas, clique:

Próximo hexagrama:

Hexagrama anterior:


---

Créditos e referências

Ilustrações e fotos creditadas na ordem em que aparecem no post.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Escreva um comentário aí em baixo para o mundo saber o que você achou do post ou do blog. Se preferir, compartilhe o post e nos siga no Facebook ou no Google Plus.