Ads Top

74 superstições chinesas incríveis - do nascimento até a hora do último suspiro

Superstições chinesas - sete mulheres sentadas com roupas tradicionais e leques chineses

Olá, gente boa. Depois de alguns meses, finalmente estou voltando a escrever um texto que não faz parte da série sobre o I Ching, o Livro das Mutações.

O último, você se lembra, foi sobre as famosas concubinas.

Agora, vamos tratar de um assunto do qual poucas sociedades escapam – se é que alguma consegue. A China certamente não é um desses lugares.

Melhor dizendo, o Reino do Meio é, na verdade, um país extremamente supersticioso. Isso, a despeito de uma das frases famosas de Sun Tzu:

Proíbe os augúrios para evitar as dúvidas, e os soldados nunca te abandonarão.

Ok, ok, o autor d’A Arte da Guerra não estava pensando exatamente no tipo de superstições de que vamos tratar aqui, mas ainda assim dá pra afirmar que tem a ver.

Surge então a pergunta: o povo chinês de maneira geral é supersticioso?

Bem, a julgar por esse texto-depoimento de um chinês da gema, parcela considerável da população chinesa tem lá suas superstições.

Tian Zhou é seu nome e ele atribui esse caráter supersticioso dos cidadãos da China, em especial, à origem predominantemente rural das pessoas, mesmo as que vivem nas cidades:

A demografia rural compõe a maior parte da população da China e as superstições são mais comuns em áreas rurais na China. Mas, na verdade, superstições não são raras nas cidades, também. (...) A maioria de cidadãos urbanos hoje na China vem do campo, inclusive meu pai. Eles se mudaram, encontraram um emprego ou começaram seus negócios, então se estabeleceram, se casaram, tiveram filhos. Isto é como a maioria de famílias modernas chinesas se formou.
Note que o texto é de 2017, ou seja, estamos falando da China do século 21 e não daquele país que testemunhou Confúcio, quase 3 mil anos atrás.

E não é só ele que afirma isso. Muita gente boa por aí não cansa de falar do quanto os chineses são supersticiosos.

Um bom exemplo é a Christine Marote, do blog China na Minha Vida. A Christine já mora na China há algum tempo e escreveu sobre as superstições chinesas, por exemplo, neste link.

Outros ótimos exemplos são as fontes das quais extraí a lista de superstições que você vai ler agora e que tem a ver com:

  • nascimento;
  • casamento;
  • casa;
  • presentes;
  • comida;
  • cores;
  • ano novo;
  • animais;
  • números;
  • corpo; e
  • morte, entre outros.

Vem comigo!

Superstições chinesas sobre Nascimento

Superstições chinesas - antigo cartaz chinês sobre planejamento familiar, retratando uma mulher com um bebê no ombro

Nada melhor que começar por onde tudo começa, não é mesmo? Pois bem, existem algumas superstições interessantes que dizem respeito ao nascimento das pessoas.

Entre elas, destaco as seguintes, relacionadas ao período de gravidez:

  • Tocar em qualquer coisa com cola ou adesivo pode fazer com que o bebê tenha marcas de nascença.
  • Colocar objetos pontiagudos na cama (como facas ou tesouras) pode resultar no nascimento do bebê com fissura labial ou palatina.
  • Se uma mulher grávida critica alguém, o bebê vai parecer e agir como a pessoa criticada - esta parece com uma brasileira, não parece?
  • Como a gravidez é considerada uma condição “quente”, uma mulher grávida deve ingerir alimentos “frios” para manter o equilíbrio entre yin e yang.
  • A forma e o tamanho da barriga podem dizer se o bebê é menino ou menina. Se a barriga estiver “pontuda”, será um menino; se "arredondada", uma menina.
  • Ainda sobre adivinhação do gênero, muita gente acredita que um gráfico chinês pode prever o sexo do bebê com mais de 90% de precisão.

Essa última se baseia em um mapa supostamente encontrado em um túmulo real em Pequim há mais de 700 anos. A previsão é baseada na idade da mãe no momento da concepção do bebê, sempre de acordo com o tradicional calendário chinês.

Também existem superstições relacionadas ao parto em si:

  • A mulher deve tentar ficar quieta durante o trabalho de parto, pois o grito atrairá espíritos malignos para o novo filho.
  • Um colar é colocado ao redor do pescoço do bebê antes de o cordão umbilical ser cortado. Isso garante que a vida do bebê esteja ligada ao colar, não ao cordão.
Por fim, também existe o famoso “mês de ficar sentada”, o zuo yuezi (坐月子).

Trata-se dos 30 dias posteriores ao parto, durante os quais a atividade sexual não é incentivada e espera-se que a mulher permaneça na cama e não faça nenhum trabalho pesado, incluindo o trabalho doméstico.

Além disso:

  • Ela não deve pentear ou lavar o cabelo para não ter dor de cabeça. 
  • Tomar banho durante o  período não é permitido. A crença tradicional sustenta que, após o parto, a pele da mulher fica solta e a água pode entrar através de buracos na pele. Isso poderia causar um resfriado que o bebê também poderia pegar. 
  • Escovar os dentes durante o mês pós-parto pode soltar os dentes e fazer as gengivas sangrarem. 
  • Comer uma sopa rica em proteínas (considerada "quente") aumentaria o leite materno e equilibraria a "frieza" do período pós-parto. 

Só para arrematar este pedaço vale lembrar: os chineses acreditam que se um bebê chora sem razão aparente é porque existem fantasmas ao redor que o estão perturbando.

Buuu!!!

Superstições chinesas sobre Casamentos

Superstições chinesas - bonecos feminino e masculino representando um casamento chinês com roupas tradicionais vermelhas

O casamento na China também é uma circunstância especialmente fértil para a proliferação de superstições. Dá só uma olhada em algumas delas:

  • Para evitar a má sorte, os recém-casados não devem ir a funerais, outros casamentos e visitar o recém-nascido de alguém nos três meses seguintes ao dia da sua própria cerimônia.
  • O vestido de noiva deve ser branco, vermelho ou amarelo - sendo que, lido as superstições envolvendo as cores, o mais tradicional é o vermelho.
  • Se alguém se casar com uma pessoa que seja três ou seis anos mais velha ou mais nova é ruim e trará má sorte para os casais - continue lendo para ver outras superstições envolvendo números.
  • Se acontecer de você estar dando um porco assado para a família da noiva (que é uma boa escolha de presente, diga-se de passagem), certifique-se de que a cauda e as orelhas não estejam quebradas, pois se estiverem, significa que a noiva não é virgem e isso (obviamente) insultaria sua família.
  • Para dar sorte, um presente de casamento (ou de aniversário) é geralmente embrulhado em papel vermelho.

Superstições chinesas sobre Casa

Aqui, a gente provavelmente vai polemizar, já que as superstições relacionadas a casa normalmente também estão associadas ao bom e velho feng shui (风水) - e algo me diz que os adeptos dessa prática não pensam nela como superstição.

  • Uma família nunca deve construir uma casa voltada para o norte ou noroeste, baseada na crença tradicional de que o norte representa a escuridão, o mal e a má sorte, o que traria ruína para a família. 
  • Uma das formas de evitar que a “boa sorte” escape é fazer com que o qi (ou energia positiva) circule dentro de casa. Um jeito de conseguir isso é não ter a porta da frente diretamente alinhada com uma porta dos fundos, o que permitiria que o qi fluísse diretamente para esta última.
  • Casas que ficam de frente para uma interseção em "T" ou estão em ruas movimentadas são vistas de forma desfavorável. Isso ocorre porque se diz que o ruído e o rompimento fazem com que o qi gire, criando energia negativa.
  • Casas abaixo do nível da rua devem ser evitadas também, pois isso pode criar problemas com finanças e relacionamentos.
  • No entanto, estar perto da água é vantajoso, pois a água é a única substância que pode conter o qi.
  • O lote ideal de terra para gerar qi deve ter forma retangular e inclinar-se para cima. A inclinação representaria o crescimento futuro da propriedade, em valor. 

Superstições chinesas sobre Presentes

E não é só sobre lembranças de casamento que existem superstições. Em qualquer situação, o simbolismo presente (olha o trocadilho) na língua e na cultura chinesas exige que você tome cuidado para não escolher algo com um significado oculto e infeliz.

  • Para proteger sua amizade com alguém, relógio (钟 zhōnɡ) é proibido como presente, pois o ideograma 钟 soa como 终 (“o final”, e tem a conotação de contar a vida útil restante). Além disso, a expressão “oferecer um relógio (送钟 sònɡ zhōnɡ) também tem o mesmo som da expressão equivalente a prestar últimas homenagens  a alguém que está morrendo (送终 sòng zhōng). Ou seja, oferecer um 钟 significaria que você quer quebrar sua amizade. 
  • Oferecer um guarda-chuva (伞 sǎn) também não é uma boa ideia, pois acredita-se que seja um mau presságio para você e seu amigo: 伞 tem a mesma pronúncia que 散 sàn, separar os caminhos. 
  • Presentes de cintos e gravatas têm o simbolismo do noivado e só devem ser dados a amigos muito íntimos.
  • Leques, assim como guarda-chuvas, trazem azar. Tanto 扇 shān (leque) como 伞 sǎn (guarda-chuva) tem o som de 散 sǎn, que significa dispersão ou desmoronamento - e isso provavelmente não é boa coisa. 
  • Porque quatro é um número azarado, não é uma boa idéia dar presentes, de qualquer tipo, em grupos de quatro - mas em grupos de oito, número da sorte, é 100%.
  • Assim como na tradição européia, dar uma faca é também dar sopa ao azar, mas nesse caso a sorte pode ser recuperada se quem a recebeu dá um pagamento simbólico em troca (o que faz com que deixe de ser um presente).

Superstições chinesas sobre Comida

Superstições chinesas - pauzinhos de comer chineses (kuaizi) apoiados por uma bonequinha da Maggie Simpson

A comida é outro tópico que deve ser levado a sério na China. Existem muitas regras quando se trata de comida, muitas delas, obviamente, repletas de superstições:

  • No final da refeição, não coloque os "pauzinhos" (筷子 kuàizi) verticalmente na sua tigela de arroz. Dizem que isso dá azar, pois parece com o incenso que os chineses colocam nos túmulos para lamentar a morte de alguém.
  • Outra coisa que você deve evitar quando terminar de comer é colocar sua tigela de arroz de cabeça para baixo na mesa. Acredita-se que isso definitivamente não seja um bom presságio para você e seus amigos.
  • Na China, as pessoas acreditam que compartilhar uma pêra trará negatividade, pessimismo e, em geral, será um mau presságio para sua amizade ou família. Pra variar, tem a ver com o som das palavras: em chinês a expressão usada para “compartilhar uma pêra” (分梨 fēnlí) soa o mesmo que separar (分离 fēnlí). Como tal, os chineses acreditam firmemente que o compartilhamento de uma pêra levará à divisão de amizades e até ao divórcio.
  • Nos costumes chineses, os aniversários são sempre celebrados com uma tigela de macarrão de longevidade (长寿面 chángshòu miànqī), que são muito longos e contínuos para simbolizar a vida longa e a boa saúde. Ou seja, certifique-se de não cortar ou mordê-los ao comê-los ou pode encurtar sua vida. Quando se trata de macarrão longevidade, o melhor é dar aquela boa e velha sorvida!

Superstições chinesas sobre Cores

As cores desempenham um papel importante no simbolismo chinês e também estão cheias de superstições. A associação de cores tem raízes profundas no sistema de princípios elementares que ainda são importantes no feng shui.

  • Vermelho, a cor do sangue, representa fogo, poder e boa sorte, sendo considerada a mais auspiciosa, de tal modo que simboliza os aspectos positivos da vida, como felicidade, riqueza, fama, etc. Por conta dessas características, é frequente e amplamente usada em festivais, casamentos e papel para embrulhar presentes.
  • O preto é a cor das fezes (!), da escuridão e do mal. Está associado à sujeira, ao pecado, aos desastres, à tristeza, à crueldade e ao sofrimento, entre outras coisas negativas. O preto significa má fortuna e não deve ser usado durante festivais, celebrações de casamento ou na decoração de casa. Também simboliza a falta de civilização e atraso. Prisioneiros usavam preto e demônios são retratados com rostos negros.
  • O branco simboliza o leite da mãe e é intermediário entre vermelho e preto, equilibrando as duas cores. Significa moderação, pureza, honestidade e vida, mas também é usado em funerais, pois acredita-se que pode harmonizar todos os elementos. Pode ser usado em todos os rituais e cerimônias, pois é essencialmente neutro.

Superstições chinesas sobre Ano Novo

Muitas tradições, superstições, crenças, costumes e tabus cercam o ano novo chinês. Mas isso obviamente não é nenhuma novidade para você, que já leu os posts que publicamos tanto sobre o ano novo chinês, quanto sobre o horóscopo chinês e sobre o calendário chinês.

  • Durante o evento mais esperado do ano, você deve ser cauteloso quando se trata de usar algumas palavras. Para ajudar a afastar a má sorte não mencione, sob nenhuma hipótese, as palavras pobre, morra, corte, quebre e parta.
  • Isso tem a ver com o fato de que,  acredita-se, fazer algo na véspera de ano novo terá um impacto no próximo ano, o que gera outras “proibições”: por exemplo, se você chorar na véspera de ano novo, seu ano vai ser só tristeza; se você quebrar um prato, o novo ano estará cheio de coisas quebradas para você, e por aí vai.
  • As pessoas pensam que o primeiro mês lunar é terrivelmente azarado, então, de acordo com esse costume chinês, eles não cortam o cabelo durante esse período porque temem que isso lhes traga má sorte. Cortar o cabelo é perder cabelo e perder cabelo durante um mês de azar pode levar a perder algo ainda mais importante ao longo do ano.
  • Durante o ano novo lunar, a cor vermelha é usada para decorar casas, pois acreditava-se que essa cor era capaz de espantar os maus espíritos.
  • Antes do ano novo, as pessoas limpam suas casas para varrer a má sorte do ano anterior. No entanto, a limpeza no primeiro dia do ano novo é considerada um tabu, já que você eliminará a boa sorte que acabou de chegar.
  • Além disso, para dar as boas-vindas ao ano novo e permitir que o ano antigo saia, abra as janelas da casa.

Superstições chinesas sobre Animais

Superstições chinesas - o pássaro imortalizado por Edgar Allan Poe descansa sobre um galho de árvore

Sendo parte importante na vida de qualquer sociedade, nossos queridos animais não poderiam ficar isentos.

  • Se a carapaça da tartaruga dá sorte, o mesmo não se pode dizer de manter o bicho como um animal de estimação: isso não é bom para o trabalho e para a prosperidade do negócio.
  • Acredita-se que os cães possuem a capacidade de ver seres sobrenaturais, como espíritos e fantasmas, e uivam quando vêem um.
  • A partir disso, acredita-se que o humor aquoso do olho de um cachorro pode permitir que os humanos vejam o mundo espiritual (por exemplo, as almas dos ancestrais) - desde que seja feito, obviamente, por um médium, que passa o fluido em seus próprios olhos. Se uma pessoa comum fizer isso, pode morrer do choque ao visualizar a vida após a morte.
  • Ainda sobre cachorros, se um uivar continuamente, acredita-se que isso pressagia uma morte iminente. 
  • Ouvir um corvo grasnar entre 3h e 7h da manhã significa que o ouvinte receberá presentes; se o bichinho fizer barulho entre as 7h e as 11h da manhã, é porque vem chuva e vento se seguirão; já entre as 11h e as 13h, significa que vai rolar um pega pra capar.

Superstições chinesas sobre Números

Os números também são repletos de superstições e tabus nos costumes e na cultura chineses. E como você vai ver, muito disso está relacionado basicamente à sua pronúncia.

  • Para começo de conversa, o povo chinês geralmente gosta dos números 8 e 6, porque o primeiro soa como “rico” (ou “prosperidade”) em chinês e o segundo é homófono da palavra que representa “boa sorte”.
  • A palavra para o número 4, (四 ), é muito parecida com a palavra para “morte” (死 ) e, portanto, é considerada altamente infeliz. Muitos, embora não a maioria, dos prédios na China carecem de um 4º andar rotulado, e números de placas, números de telefone e até endereços com o algarismo 4 tendem a ser considerados menos desejáveis. 
  • Já o 7 (七 ) é um número que, apesar de ímpar, fica no meio do caminho. Há quem goste porque ele é um homófono de (起, “início”, “ascensão”), o que significa coisas boas para essas pessoas. Também soa como energia vital (ou positiva: 气 ). Por outro lado, para alguns chineses, é um número infeliz por causa de outro homofônico, dessa vez para a palavra trapacear (欺 ). Muitos casais, inclusive, evitam se casar no dia 7 por causa do maldito 欺.
  • Também são considerados afortunados os números 13, 18 e 168. Neste caso, no entanto, não descobri o motivo.

Superstições chinesas sobre Corpo

Se você achava que não era possível que algumas partes do nosso corpo tivessem superstições associadas, não sinto dizer que se equivocou flagrantemente.

Quer apostar? Saca só:

  • Sonhar com dentes (ou neve) pressagia a morte de um dos pais.
  • Se as orelhas de um homem esquentarem, isso pode significar coisas especiais, a depender do horário: se for entre as 23h e as 13h, haverá harmonia entre ele e sua esposa; se acontecer entre 13h e 15h, um convidado chegará em breve.
  • Nunca aponte com o dedo na direção da lua, pois isso fará com que as pontas das orelhas caiam - seria aquele pedacinho onde normalmente se colocam os brincos?
  • Usar um bigode é considerado má sorte pelo costume chinês e pode trazer infelicidade à família e aos parentes do usuário. 
  • Também não é boa ideia cortar as unhas dos dedos do pé ou da mão à noite, pois acredita-se que isso pode causar uma visita dos mortos ou de um fantasma - uma alternativa é que isso causaria problemas financeiros. Além disso, os restos de unha cortados devem ser cuidadosamente recolhidos e descartados em um lugar desconhecido para os outros, pois acredita-se que podem ser usados ​​para lançar uma magia ou maldição sobre a pessoa em quem eles tão carinhosamente cresceram.
  • Bater palmas costumava ser usado para expulsar espíritos malignos. 

Superstições chinesas Diversas

Superstições chinesas - vassoura de piaçava apoiada na parede de uma casa com lanternas vermelhas chinesas

Aqui a gente encontra algumas superstições que não tem necessariamente a ver com as demais - exceto, talvez, essa primeira leva a respeito de vassouras.

  • A cultura tradicional chinesa sustenta que uma vassoura é habitada por um espírito, explicando assim porque não deve ser usada para jogos, brincadeiras, etc.
  • A vassoura não deve ser usada para limpeza os deuses domésticos ou altar, pois isso é desrespeitoso. Estes objetos são limpos com um pano ou uma pequena escova especial. 
  • Durante o Festival da Primavera, o costume chinês proíbe o uso da vassoura por três dias a partir do dia de ano novo, pois acredita-se que o uso da vassoura varrerá a boa sorte que o novo ano traz.
  • Bater uma pessoa com uma vassoura dará má sorte para aquela pessoa por anos. A maldição pode, no entanto, ser desfeita esfregando a parte do corpo atingida várias vezes.
  • A vassoura nunca deve tocar a cabeça: isso dá muito azar.
  • Nos jogos de azar, por vezes invoca-se o espírito na vassoura (ameaçando-o) até que a sorte no jogo se concretize.
  • A vassoura também é usada às vezes nos rituais do templo. Aqui, todo o corpo da pessoa é varrido com a vassoura na frente das divindades e a vassoura é espancada. Isso funciona para remover a má sorte.

E depois de varrer o azar para lá a gente encontra cascos de tartaruga, cuspe, cabelos do demônio e produtos de segunda mão.

  • Milefólio e carapaça de tartaruga são considerados afortunados.
  • Cuspir é uma tradição cultural, já que era considerado insalubre engolir saliva e, por isso, cuspir é algo que ainda ocorre com certa naturalidade, particularmente nas áreas rurais. Cuspir também era considerado uma defesa contra os demônios, já que eles não gostam de ser cuspidos, então, estranhamente, um cortejo fúnebre era um foco para cuspir. 
  • Como todos os chineses têm cabelos negros, outra cor de cabelo era tradicionalmente vista como "demoníaca". No período da dinastia Qing, durante os primeiros contatos com estrangeiros, estes eram frequentemente descritos como diabos oceânicos (洋鬼子 yáng guǐ zǐ) ou diabos bárbaros (番鬼 fān guǐ). Os holandeses foram descritos como "cabeças vermelhas" e associados a demônios budistas que são retratados com cabelo vermelho ou azul.
  • Muitos chineses têm aversão a produtos de segunda mão ou usados, pois acreditam que enquanto estão em posse de um item de segunda mão, eles herdarão qualquer má sorte ou infortúnio do dono anterior. 

Superstições chinesas sobre Morte

Tem aquele velho ditado: “só existem duas coisas certas na vida, os impostos e a morte”. Em se tratando de China, dá para dizer ainda que a morte é um tanto quanto esquisita (com todo respeito) e também repleta de superstições.

  • Na antiga China, estudiosos do taoismo proibiam qualquer menção à morte. Essa era uma maneira de manter a dita cuja e os fantasmas longe de suas vidas, já que a imortalidade era seu objetivo máximo. Como tal, mesmo na atualidade, os cidadãos chineses têm medo de usar a palavra “morte” porque temem torná-la realidade e que seus familiares morrerão.
  • Quando uma morte ocorre em uma família, todas as estátuas de divindades na casa são cobertas com papel vermelho (para não serem expostas ao corpo ou caixão) e os espelhos, removidos da vista, pois acredita-se que aquele que vê o reflexo de um caixão em um espelho em breve terá uma morte em sua família.
  • Antes de ser colocado no caixão, o cadáver é limpo com uma toalha úmida, polvilhado com talco e vestido com suas melhores roupas (todas as outras são queimadas e não são reutilizadas). O corpo é completamente vestido - incluindo calçado e cosméticos, se feminino - mas não com roupas vermelhas, pois isso fará com que o cadáver se torne um fantasma: branco, preto, marrom ou azul são as cores usuais usadas. 
  • Durante o velório, a família não usa jóias ou roupas vermelhas - sendo o vermelho a cor da felicidade, acho que você consegue deduzir o motivo. 
  • Tradicionalmente, os filhos e netos dos falecidos não cortavam seus cabelos por quarenta e nove dias após a data da morte, mas esse costume é normalmente observado apenas pelas gerações mais antigas de chineses. 
  • O papel de joss e o dinheiro da oração (para fornecer ao falecido renda suficiente na vida após a morte) são queimados continuamente durante o velório.
  • Enquanto o caixão estiver na casa, um monge entoará versos de escrituras budistas ou taoístas à noite. Acredita-se que as almas dos mortos enfrentam muitos obstáculos - e até mesmo tormentos e torturas (pelos pecados que cometeram na vida) - antes de poderem tomar seu lugar na vida após a morte: orações, cantos e rituais oferecidos pelos monges ajudam a suavizar a passagem da alma do falecido para o céu. Essas orações são acompanhadas de música tocada no gongo, flauta e trompete.

Considerações finais

Superstições chinesas - número quatro (4) em grafite pintado em um muro sobre fundo azul.

Bem, chegamos ao fim de mais um post sobrenatural. E se você ainda achava que só o Brasil tinha mandingas desse tipo, já deve ter tirado o cavalinho da chuva, não é mesmo?

Aliás, diz aí: depois de passar por essa verdadeira viagem astral, qual país você acha mais supersticioso, China ou Brasil? Pode escrever nos comentários mais abaixo, sem medo de ser feliz.

Esperamos que tenha gostado e que esse resto de ano de 2018 seja de muita sorte para todos nós. Ou, como dizem os chineses:

祝你好运 / zhù nǐ hǎo yùn.

Fontes


Créditos e referências

Ilustrações e fotos creditadas na ordem em que aparecem no post.

Follow my blog with Bloglovin

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.