Só a paz é revolucionária (e revolução não é o que você pensa)


Crianças com bandeiras brincando na chuva em Damasco, na Síria. Da série "só a paz é revolucionária", publicada por Augusto de Franco no Facebook.


Você chegou nesta página muito provavelmente porque clicou em um banner da campanha "só a paz é revolucionária". Ela foi idealizada por mim (pelo menos neste modelo), relacionada a uma ideia que está circulando pelo Facebook e Twitter e tem a ver com (pelo menos sob meu ponto de vista, clichês à parte):

  • democracia
  • o mundo em que vivemos
  • comigo, contigo, com todos
  • deixarmos filhos melhores para o nosso mundo
  • deixarmos um mundo melhor para nossos filhos

O objetivo é extrapolar o Facebook e Twitter e, com isso, contribuir: 1) para disseminar a nova ciência das redes, 2) para o incentivo a uma cultura de paz e 3) para a reafirmação da democracia como "modo de caminhar que desconstitui autocracia na medida em que recusa combater e vencer para derrotar inimigos".


(lá no final da página você vê como pode participar e espalhar isso por aí)


Você verá aqui:


  • Como surgiu essa ideia
  • Por que "só a paz é revolucionária"
  • O que isso tem a ver com este blog
  • Como participar


De onde vem a ideia?


Homem deitado em uma rede armada no lugar uma grande cerca. Da série "só a paz é revolucionária", publicada por Augusto de Franco no Facebook.


Há alguns bons anos tive contato pela primeira vez com as ideias, teorias e teoremas de Augusto de Franco a respeito de redes sociais e fiquei  impressionado com aquilo tudo. Era um momento em que as mídias sociais haviam aparecido para o mundo e poucas pessoas diferenciavam "mídias" de "redes" sociais.

Acho que de lá para cá o número não aumentou muito não, mas já é possível observar claramente por aí vários dos fenômenos relacionados a redes sociais, tal como descritos na "cartilha" do Augusto. Se você não tem a mínima ideia do que estou falando, recomendo fortemente inscrever-se no site Escola de Redes e acompanhar as discussões e textos lá publicados. Os seguintes textos, todos do Augusto, e o documentário de Mário Salimon também são ótimos pontos de partida:




De uns tempos para cá, meio que por conta de toda essa balbúrdia na Venezuela e na Ucrânia, o Augusto começou a publicar no Facebook uma série de fotos para representar um conceito que emerge de seus insights sobre o fenômeno das redes sociais: o de que só a paz é revolucionária. Veja o que ele escreve sobre isso (todos os grifos são por nossa conta):

Creio que somente a paz é revolucionária. Entendo a paz como pazeamento das relações, como modo de caminhar (e não como objetivo final da caminhada). Por isso, sou contra qualquer tipo de ação violenta, de luta ou de guerra (penso que não existe o bom combate ou a guerra justa porque avalio que a guerra, em quaisquer de suas formas - quente, fria ou continuada como política adversarial - é, em si, o mal) e acho que só existe um inimigo: o fazedor de inimigos.


Guerra ou paz?


Tanque de guerra coberto com pano cor de rosa. Da série "só a paz é revolucionária", publicada por Augusto de Franco no Facebook.


Naturalmente, é preciso aprofundar-se um pouco em seus escritos para entender melhor o que ele quer dizer com isso. No entanto, a leitura do trecho a seguir de um texto seu publicado no Facebook (aparentemente em colaboração com Sergio Venuto, Vinicius Braz Rocha e Nilton Lessa) dá uma boa ideia dos porquês:

...a democracia é um modo pazeante das relações. Ela é o contrário da autocracia, que só pode se manter com base na guerra. Ela não é um lugar para se chegar e sim um modo de caminhar que desconstitui autocracia na medida em que recusa combater e vencer para derrotar inimigos (reais ou construídos como pretexto para justificar uma estratégia de poder).

As democracias não nascem de rebeliões, nem de revoluções entendidas como atos violentos de remoção dos antigos ocupantes dos cargos de poder e sua substituição por novos ocupantes. Todos os processos que foram assim desencadeados produziram mais autocracia, não mais democracia. Estreitaram a brecha democrática que foi aberta, uma ou outra vez na antiguidade e na modernidade, na civilização patriarcal e guerreira. Restringiram em vez de ampliar as liberdades.

As primeira medidas dos governos revolucionários que chegaram ao poder pela violência foram, via de regra, a abolição da liberdade de imprensa e da liberdade de organização, a instalação de polícias políticas e a ereção de monstruosos aparelhos estatais de repressão. Ademais, provocaram verdadeiros genocídios, os maiores de que se tem notícia na história.

As democracias não são originadas em eventos épicos, em grandes batalhas, mas são resultados de processos moleculares, de dinâmicas de rede (sim, se não houvesse uma rede social em Atenas, com significativo grau de distribuição, a conversação na praça do mercado que deu origem à primeira democracia não teria acontecido). As democracias não são regimes de heróis, de visionários desvairados que querem conduzir rebanhos, de líderes manipuladores, de utopistas vidrados em suas fórmulas para redimir a humanidade e salvar a espécie humana por meio de grandes confrontos épicos, de batalhas titânicas. A democracia é lírica, é um modo de convivência pacífico e pacificante, voltado para transformar inimizade em amizade política e - para lembrar John Dewey (1939) - praticado pelas pessoas comuns.

Para mim (que já estou um pouco familiarizado com a nova ciência das redes) está bastante claro. Leia, pense, reflita e experimente colocar em prática este conceito revolucionário. Ou não, a escolha é sempre sua. Mas depois não diga que não avisei.


E o que isso tem a ver com Sun Tzu e A Arte da Guerra?


Soldado com a inscrição "guerra é inferno" no capacete. Da série "só a paz é revolucionária", publicada por Augusto de Franco no Facebook.


Bem, se você prestou atenção no que escrevi aí em cima percebeu que eu sou da paz. Este blog, por sua vez, nasceu com o objetivo primordial de ser uma base de apoio para o livro (de ficção, um romance) que estou a escrever inspirado na vida e nas ideias de Sun Tzu, autor do livro milenar A Arte da Guerra. Não tem, de forma alguma, o objetivo estimular qualquer tipo de espírito marcial nas pessoas. Foi apenas uma ideia que tive (escrever um livro sobre esse cara, escritor que me pretendo) e não passa disso: entreter as pessoas com uma boa história, com o possível efeito colateral de levá-las a algum tipo reflexão.

Por isso lanço esta campanha aqui, como contraponto a toda ideia de guerra eventualmente incitada pelos posts que escrevo. E também, claro, por acreditar de verdade que só a paz é revolucionária.


Como participar? (sim, você também pode)


Rua lotada de manifestantes pedindo paz. Da série "só a paz é revolucionária", publicada por Augusto de Franco no Facebook.


Inicialmente, se você tiver um blog ou um site, arrume um espaço qualquer nele e coloque um dos banners abaixo (basta copiar o código do tamanho correspondente ao espaço no seu blog/site e colar no local desejado). Se quiser que eu coloque um link para a sua página assim que você aderir à campanha, é só me avisar nos comentários lá em baixo, que terei o maior prazer em fazer isso.


Banner 468 x 60


Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor.

Para utilizar esse banner, basta copiar o código abaixo e colar no lugar mais apropriado do seu site ou blog:

<a href="http://www.suntzulives.com/2014/04/so-a-paz-e-revolucionaria.html" target="_blank"><img alt="Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor." src="http://2.bp.blogspot.com/-2niGIy4_0Dg/UzX-a8oXywI/AAAAAAAAE_8/FFujqpYc2wA/s1600/paz+468+60.jpg" title="Só a paz é revolucionária" /></a>


Banner 150 x 50

Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor.


Para utilizar esse banner, basta copiar o código abaixo e colar no lugar mais apropriado do seu site ou blog:

<a href="http://www.suntzulives.com/2014/04/so-a-paz-e-revolucionaria.html" target="_blank"><img alt="Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor." src="http://1.bp.blogspot.com/-6hJ23VMSfk0/UzambHROinI/AAAAAAAAFBY/vlfIH4Ld-nM/s1600/paz_150_50.jpg" title="Só a paz é revolucionária" /></a>


Banner 200 x 50


Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor.

Para utilizar esse banner, basta copiar o código abaixo e colar no lugar mais apropriado do seu site ou blog:

<a href="http://www.suntzulives.com/2014/04/so-a-paz-e-revolucionaria.html" target="_blank"><img alt="Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor." src="http://3.bp.blogspot.com/-eLkS2BzCjUU/UzYKDRT0WZI/AAAAAAAAFAY/PeSaPvoLrr8/s1600/paz_200_50.jpg" title="Só a paz é revolucionária" /></a>


Banner 250 x 50


Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor.

Para utilizar esse banner, basta copiar o código abaixo e colar no lugar mais apropriado do seu site ou blog:

<a href="http://www.suntzulives.com/2014/04/so-a-paz-e-revolucionaria.html" target="_blank"><img alt="Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor." src="http://4.bp.blogspot.com/-9xyHOCumIH0/UzYN1OePsEI/AAAAAAAAFAw/WhSmT9r7DrY/s1600/paz_250_50.jpg" title="Só a paz é revolucionária" /></a>


Banner 300 x 50


Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor.

Para utilizar esse banner, basta copiar o código abaixo e colar no lugar mais apropriado do seu site ou blog:

<a href="http://www.suntzulives.com/2014/04/so-a-paz-e-revolucionaria.html" target="_blank"><img alt="Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor." src="http://4.bp.blogspot.com/-SUPTS7D1GnI/UzYO92QPIyI/AAAAAAAAFA8/WFVGkmCeyFM/s1600/paz_300_50.jpg" title="Só a paz é revolucionária" /></a>


Banner 150 x 150


Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor.

Para utilizar esse banner, basta copiar o código abaixo e colar no lugar mais apropriado do seu site ou blog:

<a href="http://www.suntzulives.com/2014/04/so-a-paz-e-revolucionaria.html" target="_blank"><img alt="Campanha de conscientização sobre paz, democracia e revolução. Clique para entender melhor." src="http://4.bp.blogspot.com/-y-ey0vlcKmY/UzYRbR_1q1I/AAAAAAAAFBI/j1JmI_DbGvs/s1600/paz_150_150.jpg" title="Só a paz é revolucionária" /></a>


E por enquanto é isso


Se tiverem alguma ideia diferente sobre isso tudo aí, se quiser aderir à campanha de outro jeito, do seu jeito, fique à vontade. O objetivo é mesmo espalhar a ideia por aí, sem amarras nem obrigações.

Até mais e obrigado por todos os peixes!

---
P.S.: Foi de grande ajuda para escrever este post, o link Format Source Code, que automatiza a formatação de um código HTML para publicação em blogs (iguais a essas caixinhas com fundo cinza abaixo de cada banner). Se você tiver um blog e quiser fazer algo parecido, fica a dica.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Escreva um comentário aí em baixo para o mundo saber o que você achou do post ou do blog. Se preferir, compartilhe o post e nos siga no Facebook ou no Google Plus.